ESCOLA SEM PARTIDO APROVADO – 1º Turno!

ESCOLA SEM PARTIDO APROVADO – 1º Turno!

A esquerda está desesperada, tentou de todas as formas obstruir e gerar tumulto em cima do processo de votação deste projeto, mas a “Frente Cristã” se manteve firme e focada em seu objetivo, de aprovar o projeto em primeiro turno.

A aprovação do Escola Sem Partido é a garantia dos direito das famílias de educarem seus filhos de acordo com seus valores e sua moralidade. É a proteção de crianças e adolescentes contra a Ideologia de Gênero. A maioria da população de Belo Horizonte quer a aprovação do Escola Sem Partido e seguimos neste objetivo.

Enquanto de um lado temos os vereadores da frente cristã lutando em favor dos direitos das crianças e adolescentes, do outro lado vemos os vereadores da esquerda que tumultuaram as sessões plenárias, incentivando o ódio e manipulando militantes até que chegassem ao ponto de agredir a vereadores e funcionários da Câmara Municipal. O radicalismo da esquerda virou capa de jornal, mostrando o quanto eles são desequilibrados e antidemocráticos.

PREJUÍZO QUE SAI DO SEU BOLSO!

Durante 13 sessões de tentativa de votação do “Escola sem Partido”, onde a esquerda obstruiu de forma irresponsável, os cofres da cidade tiveram um rombo de quase 30 milhões de reais por conta do custo de cada sessão. A CMBH tem seus funcionários, e também paga água, luz, telefone, internet, e além de outros gastos como infra-estrutura.
Triste é saber que simplesmente não se importam em jogar fora todo este dinheiro, que poderia fazer a diferença na vida de milhões de Belo-Horizontinos.

ESCOLA SEM PARTIDO APROVADO!

Depois de 13 longas sessões onde a esquerda obstruiu de forma irresponsável a votação do “Escola sem Partido”, no dia 14 de Outubro de 2019 por volta das 19 horas, conseguimos aprovar esse projeto com 25 votos a favor.

O projeto tem apenas um único objetivo: informar estudantes e professores sobre direitos e deveres que JÁ EXISTEM. O projeto faz isso da forma menos invasiva e onerosa que se poderia imaginar: ele torna obrigatória a afixação nas salas de aula do ensino fundamental e médio, de um cartaz com os seguintes Deveres do Professor. Esses deveres já existem; eles decorrem da Constituição Federal, da Convenção Americana sobre Direitos Humanos e outras leis vigentes no país. O que o projeto faz é apenas de levá-los ao conhecimento dos estudantes. A única inovação do projeto é a simples afixação de cartazes nas salas de aula e nas salas dos professores. O pensamento do STF não é representado apenas pelo ministro Barroso. O STF é composto por mais 10

VOCÊ SABE O QUE É O ESCOLA SEM PARTIDO?

O PL. “Escola sem Partido” protocolado na Câmara Municipal de Belo Horizonte tem o objetivo de resguardar os direitos constitucionais de todas as crianças e adolescentes contra todo tipo de doutrinação político-partidária e ideológica dentro das escolas em BH.

Mas, o que acontece na prática?

Na prática, a criança apenas não vai aprender temas como “Ideologia de Gênero” e caso de temas políticos, o professor deverá falar dos dois ou mais lados da história promovendo neutralidade política, ideológica e religiosa. O Projeto que é simples, tem apenas 6 artigos, e apenas reafirma os direitos dos alunos nas escolas de Belo Horizonte.

2019-11-08T10:57:39-03:00 8, novembro, 2019|